terça-feira, 8 de abril de 2008

Usabilidade dos museus online: apresentação de Ivo Gomes

Já lá vão 2 semanas, mas mesmo assim vou tentar resumir a apresentação que o Ivo Gomes fez no Seminário de Usabilidade sobre "Usabilidade e acessibilidade de museus online".

O Ivo Gomes foi um dos 4 especialistas consultados pelo Público Digital para classificar os sites dos 11 museus mais visitados e representativos do país [ cujo resultado, então, gerou alguma polémica...].

A apresentação do Ivo consistiu na desconstrução dos 11 websites em análise, apontando, de forma muito clara e sucinta, os pontos fortes e fracos de cada um. Os websites foram avaliados segundo os seguintes parâmetros, sendo que a cada um foram atribuídos 10 pontos, num total de 50 pontos:

1. Navegabilidade
2. Usabilidade
3. Acessibilidade
4. Conteúdos
5. Disponibilização da informação

A análise foi feita com recurso a heurísticas, e foi testada a conformidade dos websites com as prioridades 1 e 2 de Acessibilidade (deixo esta ferramenta que serve para o efeito).

Classificação final:

Museu de Serralves (36 pontos)
Museu Berardo (36 pontos)
Museu Nacional de Arqueologia (34 pontos)
Museu Monográfico de Conímbriga (31 pontos)

Os restantes 7 websites tiveram nota negativa (inferior a 25 pontos).

A Apresentação está online, mas aqui fica um brevíssimo resumo:

» Museu Monográfico de Conímbriga
pontos fracos:
- Quase não se vê o menu
- Os links são da mesma cor do texto pelo que não se destacam
pontos fortes:
- Muita informação útil

» Museu Nacional de Arte Antiga
pontos fracos:
- Links confundem-se com o texto
- Navegação pouco intuitiva
- Notícias abrem em pdf (e não numa página normal, em html)
pontos fortes
- O destaque das 10 peças

» Museu de Serralves
pontos fracos:
- Tamanho da letra muito pequeno
- Duplicação de menus
- Calendário confuso
pontos fortes:
- Boa separação entre conteúdos e layout
- bom feedback dos menus (assinalam bem a página onde estamos no website)

» Museu Berardo
pontos fracos:
- Menus não dão feedback
- Pouco contraste com o fundo cinza / a letra é muito pequena
pontos fracos:
- Boa consistência gráfica
- Informação detalhada


Conclusão:
- Genericamente há pouca preocupação com a acessibilidade
- Há muita informação para disponibilizar mas falta uma arquitectura de informação consistente

PS: o peso na consciência de não escrever há mais de 15 dias está-se a manifestar da pior forma. PROMETO voltar à brevidade do costume.

1 comentário:

Fenridal disse...

See Please Here